A Cauda Longa em Ação

Alguns dias atrás estive em um programa de Rádio muito bacana, com Thiago Latorre e Vani Mellilo, o Café Empreendedor.

Eu estava acompanhando meu cliente de longa data, Jun Mori, da Clínica Realize.

Foi um bate papo muito interessante sobre o mercado de cirurgias plásticas na região e no país, onde a Clínica Realize pode, além de fazer um pouco de publicidade, conhecer alguns dados recebidos pelo Grupo LaTorre, que eu compartilho agora com vocês no Infográfico abaixo:

Infográfico Cirurgia Plástica

 

É interessante notar a maneira como o desinteresse pela keyword “cirurgia plástica” vem aumentando.

Sim, você ouviu direito. Existe um maior desinteresse, ou seja, um número menor de pessoas buscando por “cirurgia plástica”, mesmo que o número de cirurgias plásticas venha aumentando gradativamente de 2005 para cá e o Brasil seja o 2º maior mercado de cirurgia plástica no mundo, perdendo apenas para o EUA.

A Cauda Longa em Ação

Mas existe uma explicação plausível e muito simples para isso.

“A redução de interesse pela palavra Chave “Cirurgia Plástica” nas Buscas Brasileiras demonstra um maior amadurecimento do mercado”

As pessoas passaram a conhecer melhor as possibilidades de cirurgia plástica recentemente, e esse é o motivo delas não buscarem um termo tão amplo quanto esse para as suas buscas.

Venda 2 x +

Ao invés de simplesmente digitarem “Cirurgia Plástica” no Google, hoje as buscas são muito mais específicas, levando em conta mais do que o próprio procedimento, mas também detalhes maiores a respeito do que querem, utilizando palavras mais especificas.

Por exemplo: “cirurgia plástica de retirada de mama”. Ou “plástica de retirada de mama”.

Esses termos são muito mais utilizados atualmente para quem deseja realizar uma cirurgia plástica para retirar as mamas.

Mas esses termos ficam ainda mais específicos quando falamos de algo muito mais preciso, incluindo o momento da compra (se você ainda não ouviu falar sobre o momento da compra do consumidor, recomendo que leia o meu artigo sobre o assunto clicando aqui) em que o comprador se encontra.

Um exemplo deste tipo de busca mais especifica é: “quanto custa uma cirurgia plástica para retirada de mama na cidade de Campinas?”.

Esse tipo de busca, faz parte de uma teoria que vem se tornando cada vez mais realidade e foi citada pela primeira vez 10 anos atrás pelo então editor da aclamada revista americana Wired, Chris Anderson, em seu livro “The Long Tail” (ou “A Cauda Longa” em português).

Venda 2 x +

Antes de mais nada, devo te pedir que, caso ainda não tenha lido este livro, faça. Tanto tempo atrás, ele previa o que está acontecendo neste momento em mercados mais emergentes e já vem acontecendo faz algum tempo em mercados mais solidificados:

O aumento dos mercados de Nicho

E isso ocorre por conta da mudança de percepção que a internet proporciona. Hoje, o conteúdo é o que importa, seja ele qual for, mas sempre específico e feito por empresas de todos os portes.

Enquanto empresas gigantes como Apple e Microsoft trabalham em seus “supernichos”, com poucos produtos e grande distribuição, as empresas pequenas, tem a oportunidade de ganhar com aquilo que não é coberto pelas grandes empresas.

E isso dá a oportunidade de empresas como a Rovio, pequena empresa de games finlandesa, tivesse a possibilidade de criar um game que cresceu tanto baseada em seu nicho que já extrapolou o mesmo. Afinal, quem não ouviu falar do seu maior sucesso, o Game Angry Birds?

Angry-Birds-RovioE para outras grandes empresas, como a Brastemp, que percebeu a possibilidade de estar presente em mais lares simplesmente adotando a possibilidade de cada cliente criar a sua própria geladeira baseando-se em mais de 25 mil combinações diferentes, é uma oportunidade de estar a frente de um nicho, mesmo antes dele existir, como descreveu a Exame o diretor de inovação e design da Whirlpool, proprietária da marca Brastemp, Mario Fioretti, diz que as vendas são pequenas hoje, mas ainda assim “ajudam no mar­ke­­­ting”.

cauda longa dinossauro

Como o conceito de “Cauda Longa” se aplica ao Marketing da minha empresa?

A Cauda Longa parte de uma teoria bem simples. E não se aplica apenas a mercados e a democratização, como muitos imaginam.

Se aplica também a Buscas Pagas e SEO.

Ela pode ser simplificada da seguinte forma:

Quanto maior o volume de buscas, mais genérico ou menor será o número de palavras usadas.

Quanto menor o volume de buscas, mais específico, ou maior será o número de palavras usadas nesta busca.

Por isso, meu conselho a você, que está planejando as suas campanhas de Adwords, ou mesmo criando o seu site: Invista pesado em marketing de conteúdo com foco em nichos bem específicos. Trabalhe as suas palavras chave com precisão.

Eles vão te trazer um número pequeno de pessoas individualmente, mas essas pessoas estarão extremamente interessadas no seu conteúdo e estando muito mais propensas a adquirir seus produtos e serviços!

Um abraço e até a próxima!

 

Anderson Palma é publicitário, Especializado em Gerenciamento de Negócios pela CCA Dublin. Escreve neste Blog Sobre Growth Hacking, Crescimento e Conversão. Para saber mais sobre ele, clique aqui